Open Access Peer-Reviewed
Cartas

Oclusão de ramo bilateral da veia retiniana após diagnóstico de coronavirus leve

Bilateral branch retinal vein occlusion following the diagnosis of mild coronavirus disease

Buğra Karasu MD; Enes Kesim MD

DOI: 10.5935/0004-2749.20230017

RESUMO

Este relato apresenta o caso de um paciente com diagnóstico de doença por coronavírus de 2019 (COVID-19) que, em diferentes momentos, desenvolveu oclusão de ramos da veia retiniana em ambos os olhos. Um paciente do sexo masculino de 48 anos foi admitido no hospital com sintomas de COVID-19 leve e a presença do coronavírus da síndrome respiratória aguda grave 2 (SARS-CoV-2) foi constatada através de um teste de reação em cadeia de polimerase. Dois meses após o diagnóstico, uma fundoscopia revelou a oclusão de um ramo da veia retiniana em seu olho esquerdo e constatou-se uma acuidade visual de 20/100 no mesmo olho. No terceiro mês de tratamento, os mesmos sintomas desenvolveram-se no olho direito e foi diagnosticada a oclusão de um ramo da veia retiniana. Constatou-se uma acuidade de 10/100 no olho direito. Após o tratamento, a acuidade visual aumentou para 40/100 no olho direito e 30/100 no olho esquerdo. O desenvolvimento de oclusões de ramos da veia retiniana pode ser observado em casos leves de COVID-19, que desencadeia microangiopatia viral e hipercoagulação. Os médicos devem estar altamente vigilantes para uma avaliação da retina em pacientes com perda de visão devido a uma história de COVID-19 leve.

Descritores: Oclusão da veia retiniana; Infecções por coronavírus; COVID-19; SARS-CoV-2

ABSTRACT

The aim of this case report is to present the case of a patient diagnosed as having coronavirus disease (COVID-19) who developed branch retinal vein occlusion in both eyes at different time points. A 48-year-old male patient was admitted to our hospital with symptoms of mild COVID-19 and was diagnosed as having severe acute respiratory syndrome coronavirus 2 (SARS-CoV-2) infection after polymerase chain reaction testing. Two months after the diagnosis, branch retinal vein occlusion was found in his left eye on fundoscopic examination, with a visual acuity of 20/100. In the third month of therapy, the same symptoms developed in the right eye and was diagnosed as branch retinal vein occlusion. The visual acuity was 10/100 in his right eye, which increased to 40/100 in the right eye and 30/100 in the left eye after treatment. The development of branch retinal vein occlusion can be observed during the mild stage of COVID-19, which triggers viral microangiopathy and hypercoagulation. Physicians should be strictly vigilant for retinal assessment in patients with vision loss due to a mild history of COVID-19.

Keywords: Retinal vein occlusion; Coronavirus infections; COVID-19; SARS-CoV-2


THE CONTENT OF THIS ARTICLE IS NOT AVAILABLE FOR THIS LANGUAGE.


Dimension

© 2022 - All rights reserved - Conselho Brasileiro de Oftalmologia